Hoje vamos falar sobre madeira certificada, como a gente sabe o nosso país possui uma grande área de florestas muitas delas com manejo incorreto e algumas já com manejo correto. Como a gente pode saber que a maneira que a gente está especificando utiliza realmente processos corretos?

Lembre processos corretos se referem a parte mental, a parte das pessoas e também ao lucro dessa empresa que trabalha com esse material. Uma das formas de você utilizar em sua procura pela sigla FSC  que foi criada pela Forest Stewardship Council lá no final de 1980 então uma entidade sem fins lucrativos que criou uma base para estabelecer um planejamento sustentável da madeira no mundo todo.

Então se você encontrar materiais com a sigla FSC  quer dizer que eles estão cumprindo as regras de manejo sustentável, e claro que é sempre importante procurar a sigla FSC e também pesquisar base de dados relacionados ali ao código do material para que se comprove que esse material é realmente original. Se você está procurando Compensados de qualidade certificados entre nesse link.

Então existem dez regras, dez estratégias de manejo sustentável da madeira o FSC determina, o primeiro é a obediência às leis e as regras aplicáveis do FSC então a gente sempre precisa estar a par das nossas leis nacionais e posteriormente do FSC. Segundo,  a responsabilidade e a posse do uso de terra. É claro que vai trabalhar com madeiras que você possui a propriedade. 3o. Respeito  aos povos indígenas e também aos povos tradicionais. É claro que a gente vai extrair uma madeira a gente não quer prejudicar outros povos que estão lá muito mais tempo do que a gente. 4o. A manutenção e a ampliação do bem-estar dos trabalhadores. A gente quer que os trabalhadores têm uma boa qualidade de vida quando estão trabalhando com esses materiais. 5o. Uso múltiplo de produtos. Então a gente vai extrair o máximo de produtos que a gente conseguir essa floresta tentando manter de forma mais compacta possível esse impacto humano. 6o. A manutenção das funções ecológicas da floresta. Claro a gente tem que pensar na recomposição da floresta ao longo prazo. 7º A elaboração de um plano de manejo adequado a escala e a intensidade a área da extração da madeira, então quanto mais intensa para a extração mas a gente tem que trabalhar nesse plano de manejo. 8o. Monitoramento de todas as práticas para que a gente não saia do que foi estabelecido. 9o. A manutenção de florestas de alto valor de conservação, então a gente não vai prejudicar as próximas devido o nosso manejo na nossa região. E por último uma regra para reflorestamento essas áreas plantadas devem complementar esse manejo então quando você pode especificar materiais madeira tanto materiais de infraestrutura como Caibros ou mesmo o mobiliário,  procure a sigla FSC e procure a base de dados para que você possa estabelecer um projeto altamente sustentável.


https://compensado.com.br/